Categoria: Saúde

Qual a melhor pomada para prevenir assaduras em bebê?

Qual a melhor pomada para prevenir assaduras em bebê?

Na hora de escolher uma pomada contra assaduras para o bebê, as opções são muitas. Todas prometem a melhor proteção para a pele delicada do bebê, mas alguns fatores devem ser levados em consideração no momento desta importante escolha.

Leia mais: Como prevenir e tratar infecções respiratórias no bebê

Antes de mais nada, é importante que a pomada possua entre seus ingredientes o óxido de zinco. Esse composto químico tem propriedades adstringentes com ação antisséptica, secativa e anti-inflamatória.

O Gestação Bebê Selecionou cinco marcas de pomadas contra assaduras, mostrando seus prós e contras. Confira!

Leia também: Hipoglós comprar

Um dos melhores custo-benefício entre as pomadas contra assaduras. Essa pomada tem cheiro agradável e não muito forte. Em uma troca de fraldas, a pomada não desaparece completamente, mas também não gruda e é de fácil retirada.

A marca, entretanto, não dispõe de embalagens maiores, e o único tamanho disponível é o de 45 gramas.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!
messengerFacebook Messenger
Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

Bepantol Baby
A marca antes cbepanonhecida por quem era adepto da tatuagem ganhou há alguns anos no Brasil e versão para bebês. Disponível em dois tamanhos, o produto tem vitamina B5, que, segundo o fabricante, torna a pele do bebê mais resistente a assaduras. O cheiro é agradável e não incomoda, e a retirada durante a troca de fraldas é fácil.

Desitin
Produto preferido das mamães que compram enxoval em Miami e em outros locais no exterior, a pomada da Johnson&Johnson finalmente chegou ao Brasil há poucos meses. Também disponível em mais de um tamanho, o cheiro da pomada é bastante agradável e na troca de fraldas o produto está absorvido por completo. Além disso, o creme é econômico: basta uma pequena quantidade para cobrir toda a região íntima do bebê.

Hipoglóshipoglos_hero
A mais antiga pomada contra assaduras do Brasil – 70 anos de mercado, segundo o fabricante – é certamente também a mais conhecida. Disponível em três tamanhos diferentes, o produto tem entre seus ingredientes o óleo de fígado de bacalhau. Para muitas mamães o cheiro inconfundível é também forte, e a retirada durante a troca de fraldas é difícil e algumas vezes pode demandar um pouco de paciência da mamãe.

Mustela
Com manteiga de karitê e vitamina F, a pomada da marca francesa é cara, porém cheia de benefícios. O cheiro é extremamente agradável e a absorção é completa, não sendo necessário um grande esforço para retirá-la completamente. Em dois tamanhos disponíveis, uma grande desvantagem é não conseguir encontrar o produto em qualquer farmácia ou drogaria.

Veja aqui: 3 remédios para cólica de bebê que você precisa conhecer

Veja aqui: 3 remédios para cólica de bebê que você precisa conhecer

As cólicas em bebês recém-nascidos são o maior terror de mães de primeira viagem. Antes mesmo de o bebê nascer já é possível ouvir muitas histórias sobre os choros intermináveis e a irritação pela qual os pequenos passam. Por isso, conhecer as opções mais conhecidas de remédios para cólica de bebê é tão importante

E mais importante ainda do que os remédios para cólica são alguns macetes que toda mãe deve conhecer para acalmar seu bebê nos primeiros dias de vida.

Assuntos [Mostrar]

O que causa a cólica de bebê?
Embora a ideia de cólica seja muito conhecida, nem sempre o choro do bebê é causado por desconfortos no estômago e no intestino. O bebê recém-nascido também pode sofrer crises de estresse, causadas por excesso de estímulos.

A teoria da extero gestação explica que o pequeno bebê que nasceu há pouco tempo estava acostumado ao ambiente dentro do útero da mãe. Ao nascer, tudo é novidade e pode causar estranhamento e reações adversas no pequeno: luzes, cores, sons e cheiros muito fortes.

Leia também: Atroveran bula

Se você quer saber mais sobre como manter seu bebê mais calmo e evitar o choro causado por excesso de estímulos, confira estes dois artigos:

Teoria da Extero Gestação: 10 dicas essenciais para acalmar o bebê nos primeiros meses
Sono do bebê: um guia imperdível para a mãe de primeira viagem
Agora que você já viu algumas dicas sobre a cólica do bebê, confira 3 remédios para cólica de bebê que você precisa conhecer:

1. ColiKids:
O ColiKids é um medicamento probiótico que serve para auxiliar na digestão do bebê. O probiótico é um medicamento que possui como princípio ativo micro-organismos vivos. No caso do ColiKids, esses micro-organismo são lactobacilos, que pretendem ajudar na digestão do leite.

O ColiKids pode não ser tão eficiente em bebês que tomam leite materno. Geralmente é bem mais eficaz em bebês que tomam fórmula artificial. Para saber mais detalhes, confira este artigo completo sobre o ColiKids.

2. Colic Calm:
O Colic Calm é um medicamento terapêutico e homeopático. Em sua fórmula há diversos produtos de origem natural que procuram acalmar o bebê e deixá-lo mais tranquilo. Como se trata de um medicamento homeopático, então ele possui uma pequena quantidade de princípios ativos diluído muitas vezes e agitado usando técnicas específicas.

Produzido originalmente nos Estados Unidos, ele pode ser comprado no Brasil por meio de alguns distribuidores, mas o valor não é nada barato.

Para saber mais veja:

Colic Calm: funciona mesmo? Tudo que você precisa saber sobre este homeopático
3. Funchicórea:
O remédio fitoterápico Funchicórea é muito conhecido entre as mães. Ele possui composição natural à base de chicória, ruibarbo e funcho. São ervas que possuem efeito relaxante e auxiliam na digestão. Muitas pessoas já usaram este tipo de medicamento e avaliaram bem em resenhas na internet, no entanto, há muitos motivos para pensar muito antes de dá-lo ao seu bebê.

Confira aqui alguns motivos para evitar o uso de funchicórea.

Estes 3 medicamentos são os mais conhecidos, no entanto existem muitos outros, principalmente de origem natural, que são usados para aliviar as cólicas dos bebês. Você conhece algum outro medicamento para cólica? Compartilhe esse artigo nas redes sociais e escreva sua opinião!

Chá De Hortelã Para Cólica Menstrual

Chá De Hortelã Para Cólica Menstrual

Todos nós sabemos que a mulher tem diversos problemas relacionados à menstruação: desde o sangramento até as dores das cólicas menstruais, que, em algumas mulheres, pode ser bastante forte. Felizmente, a medicina evoluiu a tal ponto que já disponibilizou no mercado diversos tipos de tratamento para amenizar esses sintomas.

No entanto, sabemos bem que alguns medicamentos podem fazer mais mal do que bem, por conta da composição química do mesmo, que pode ser um grande problema para as mulheres que possuem algum tipo de alergia.

Leia também: Cólica menstrual dicas caseiras

Quando isso acontece, muitas pessoas decidem recorrer a métodos naturais para o alívio da dor, que se resume desde em ingerir chás caseiros, a até realizar ações que visam o alívio dos sintomas, como compressão com água quente na região da barriga, entre vários outros métodos.

Nesse artigo de hoje, irá se tratado um pouco sobre a hortelã, uma planta terapêutica que é facilmente encontrada e pode ser a chave para amenizar a dor da cólica menstrual, além de outros benefícios que essa planta pode trazer. Confira a seguir:

O Hortelã
A hortelã também é bastante conhecida como menta, sendo que ela é uma planta do tipo herbácea vivazes, no qual muitas espécies são compreendidas nessa denominação. Várias dessas espécies são cultivadas com o intuito de serem utilizadas, realmente, como hortaliças terapêuticas que, como foi falado no início do artigo, possuí diversos empregos medicinais. Além disso, podem ser utilizadas como decoração para ambientes, já que a planta possui um aroma característico que pode ser usado como odorizante natural.

Falando em suas propriedades medicinais, a hortelã pode ser utilizada como digestivo, expectorante, estomáquica e antisséptica. Curiosamente, o nome “hortelã” só é falado assim para designar a planta nos países lusófonos, ou seja, que compartilham da língua portuguesa (como Brasil, Angola, Portugal, etc.) embora o termo “menta” também seja bastante utilizado.

A hortelã é utilizada há milhares de anos, sobretudo, por pessoas especializadas em curandeirismo, no qual aprendiam diversas técnicas medicinais com o emprego de tais hortaliças. Tal uso não era comprovado cientificamente, ou seja, não havia qualquer tipo de garantia que a hortelã, de fato, poderia ter qualquer propriedade terapêutica. No entanto, um estudo que foi realizado em uma universidade de Londres mostrou que a hortelã possui, sim, várias propriedades analgésicas que atuam no combate da dor. Por isso que, no mercado, são muitas as opções de remédios à base de hortelã, assim como os de via oral quando os de aplicação: por exemplo, cremes e sprays para machucados que são feitos tendo como base a hortelã. No planeta, os povos que mais conhece os benefícios proporcionados pelo Chá de Menta são os do Oriente Médio, que conhecem, como ninguém, as propriedades terapêuticas, já que, tradicionalmente, depois do almoço, tais povos costumam beber um pouco de chá.

Os benefícios do hortelã, em forma de chá, são inúmeros, começando pela possibilidade de ajudar na hora da digestão ( ou seja, o costume do Oriente Médio é bastante pertinente, visto que, depois das refeições, eles ingerem uma xícara do líquido); ajuda àquela pessoa que tem problemas com gases ou prisão de ventre; pode auxiliar no tratamento de resfriados, já que suas propriedades terapêuticas pode ser imprescindível para o tratamento de um nariz congestionado; como já dito, auxilia bastante na amenização de dores espalhadas pelo corpo; ajuda o corpo a se controlar para evitar aqueles enjoos e náuseas que aparecem no meio do dia; ajuda a evitar espasmos no intestino; ajuda, também, o indivíduo a manter uma boa higiene bucal, deixa forte o sistema imunológico, dentre muitas outras qualidades.

Além disso, o chá de hortelã pode ser um grande aliado das mulheres, visto que o seu chá é bastante recomendado pelo hortelã ter a possibilidade acabar ou amenizar a cólica, por conta de suas propriedades medicinais. É claro que, nas farmácias, a procura por medicamentos para esse fim é bastante fáceis, porém, por mais que haja tecnologia disponível para tal, é recomendado que seja utilizada as hortelãs em seu estado natural, por ser considerado mais saudável.

Aproveitando o espaço que esse post nos deu para discutir esse assunto, algumas mulheres têm dificuldade em identificar se está sofrendo uma cólica menstrual ou outra doença qualquer. No caso da cólica, é preciso observar essas características: náusea, vômito, dor de cabeça; dores fortes que se concentram na bacia e na região do abdômen; podendo chegar algumas meninas, inclusive, sofrerem hemorragias de grau forte. Por isso, o acompanhamento dessas pessoas deve ser feito com a maior urgência possível.

Como preparar o Chá De Hortelã?
O chá de hortelã não precisa de muito para ser feito: basta seguir alguns passos para que a bebida seja feita rapidamente e, assim, vocês possam usufruir dos benefícios que o chá pode oferecer. Primeiramente, vá até algum mercado ou feira e procure por folhas de hortelã. Você deve dar preferencia às folhas que tenham uma aparência mais fresca, pois, quanto mais uma hortelã tem cara “mais passada”, mais velha ela é e, com isso, pode ser ruim para absorver os seus nutrientes. Depois de arrumada as folhas, pegue água e, em seguida, açúcar ou mel, com a intenção de adoçar a mistura. Que fique claro que a inclusão dos componentes doces fica totalmente ao seu critério.

Depois de juntar todos esses ingredientes, em um copo, rasque algumas folhas de hortelã que você colheu. Depois disso, coloque a água para ferver em uma chaleira ou leiteira, e, assim que ela começar a ferver, coloca um pouco da água no copo com as folhas já dentro. Depois de encher o copo com água quente e as folhas de hortelã, deixe a mistura repousar por, pelo menos, três minutos. Passado esse tempo, você, se quiser, já pode tomar o chá. Algumas pessoas, no entanto, preferem retirar tais folhas, utilizando um filtro ou uma colher. Mas a decisão final é a sua. Depois de preparar a bebida, acrescente, se essa fora sua escolha, mel ou açúcar para deixar o chá de hortelã mais palatável. Uma dica é que pode ser incluída no chá algumas gostas de laranja ou limão.

Terçol: sintomas, tratamento e dicas para você se prevenir

Terçol: sintomas, tratamento e dicas para você se prevenir

A afecção é extremamente comum nos consultórios oftalmológicos, mas pode ser evitada com higiene e cuidados pessoais

Escrito por
Tais Romanelli

FOTO: GETTY IMAGES

A maioria das pessoas já tem consciência de que as pálpebras são estruturas extremamente importantes, pois possuem a função de proteger os olhos, ajudando a distribuir a umidade (através das lágrimas) e também desempenhando uma barreira física contra lesões.

Dessa forma, é fato que qualquer tipo de patologia que ocorra nessa área merece atenção, pois, se não tratada corretamente, pode prejudicar as estruturas oculares.

Entre os problemas que podem acometer a região palpebral, um é bastante conhecido: o terçol.

Kátia Mello, oftalmologista, diretora do Centro da Saúde Ocular Kátia Mello, destaca que “não existe uma estatística, mas o terçol é uma afecção extremamente comum nos consultórios oftalmológicos”.

Leia também: Terçol é bom

Mas, afinal, o que é terçol? Quais são suas causas e sintomas? Como tratá-lo e evitá-lo? As respostas para todas essas dúvidas você confere abaixo.

Leia também: Cuide da saúde dos seus olhos

O que é terçol?
O terçol é também chamado de hordéolo e trata-se de uma inflamação das glândulas Zeis e Mol, ocasionando lesão que se instala mais na borda da pálpebra, perto dos cílios.

Tal lesão vem acompanhada de sinais típicos de infecção provocada por bactérias, como dor e vermelhidão.

Kátia explica ressalta que o terçol é uma afecção bastante comum e que pode atingir igualmente homens e mulheres e em qualquer idade (desde recém-nascidos a adultos). “Parece ter uma ocorrência maior em adolescentes devido a alterações hormonais, entre pacientes alérgicos e com quadro de blefarite (uma ‘caspinha’ nos cílios por aumento da produção de gordura nos mesmos)”, acrescenta.

Terçol x conjuntivite
É comum que algumas pessoas façam confusão entre os sintomas do terçol e da conjuntivite. Nos dois casos, os olhos ficam vermelhos, incomodando, porém, os quadros são bem diferentes.

Os 6 alimentos indispensáveis para ter uma pele saudável e mais bonita

Os 6 alimentos indispensáveis para ter uma pele saudável e mais bonita

Frutas cítricas e vermelhas são boas escolhas para atingir a tão sonhada pele de pêssego. Confira também quais alimentos devem ser evitados

Conheça os alimentos mais indicados para ter uma pele saudável.

Sabe aquela história de “você é o que você come”? A frase se encaixa perfeitamente quando o assunto é a importância da alimentação na busca por uma pele saudável. Uma alimentação balanceada reflete, sim, na saúde em geral, mas principalmente no maior órgão do corpo humano: a pele.

“A pele reflete aquilo que consumimos”, esclarece a nutricionista Dani Caparros,. Consumir alimentos gordurosos, por exemplo, estimula a fabricação de mais sebo através das glândulas sebáceas, resultando em uma pele oleosa.

Tais desequilíbrios nutricionais e alimentares podem ainda provocar desordens como acne, excesso de gordura, sinais do envelhecimento e flacidez. Por isso, adotar tanto em uma alimentação balanceada quanto a ingestão adequada de líquidos durante o dia faz toda a diferença para ter uma pele bonita e sadia.

“Quando a alimentação não é saudável, a pele não tem acesso à nutrientes indispensáveis, tornando-se, muitas vezes, desidratada, oleosa, acnéica (com espinhas) e flácida”, explica a expert.

Alimentos que devem ser evitados
Tanto quanto equilibrar os tipos de alimentos que vai se consumir, cortar do cardápio – ou reduzir a quantidade – de algumas comidas se faz fundamental na busca por uma pele mais saudável. Para ter a tão sonhada pele de pêssego, a dica da nutricionista é evitar:

bebidas alcoólicas;
alimentos ricos em açúcar ou farinha branca (como sorvetes, refrigerantes, pães, doces, massas, bolachas, bolos, etc.);
alimentos ricos em gorduras saturadas (carnes bovinas, frituras, carnes suínas, chocolates, etc.);
alimentos ricos em sódio (como os enlatados);
produtos industrializados em geral.
Pele boa exige pelo menos 6 alimentos certos
Dani explica ainda que, no geral, alimentos fontes de silício, proteínas, vitamina C, magnésio, zinco e selênio contribuem para ter uma pele saudável. Confira, abaixo, a lista preparada pela especialista.

1) Água. Previne o envelhecimento precoce e a temida celulite, além de auxiliar na hidratação da pele, deixando-a com um aspecto muito mais saudável. É comum que com o avançar da idade ela tenha o seu teor de água reduzido. Mais um motivo para ingerir bastante água no decorrer do dia (cerca de 35 ml por cada quilo).
Sugestão de consumo: para quem tem dificuldade em beber água, a nutricionista sugere o consumo da água ‘saborizada’. Coloque folhas de hortelã, gotas de limão, gengibre ou essências naturais comestíveis.

2) Peixes. São ricos em ácido graxos poli-insaturados tipo ômega 3 (ácido linolênico), nutriente anti-inflamatório que contribui na melhora de possíveis inflamações na pele. Os peixes são ainda boas fontes de proteína, nutriente essencial para manutenção dos tecidos, melhorando a aparência da pele
Sugestão de consumo: procure comer, preferencialmente peixes como sardinha, arenque, salmão e atum. Prepare-os assados, cozidos ou grelhados, mas nunca fritos.

Leia também: gravidez

3) Frutas cítricas (laranja, acerola, morango, kiwi, mexerica, dentre outras). Tratam-se de alimentos ricos em vitamina C, que é antioxidante e auxilia no combate aos radicais livres, evitando que haja perda da integridade celular. A vitamina C ainda participa da formação do colágeno (proteína importante para sustentação da pele).
Sugestão de consumo: salada de frutas, suco de frutas. Ingerir pelo menos uma fruta cítrica por dia.

4) Gengibre. É rico em um composto chamado gingerol, substância responsável pela ação anti-inflamatória (auxilia na prevenção de acnes) e antioxidante (neutraliza a ação da oxidação celular), tendo efeito, portanto, na prevenção do envelhecimento. O gengibre ainda possui vitaminas e minerais que irão auxiliar a nutrir a pele.
Sugestão de consumo: na salada, suco, chás.

5) Frutas vermelhas (cereja, framboesa, amora, uva, mirtillo, morango, açaís, etc.). São ricas em vitamina C (uma vitamina antioxidante) e flavonóides (antocianinas). Os antioxidantes são capazes de neutralizar os radicais livres gerados pelo organismo, impedindo ataque sobre células saudáveis, DNA, lipídeos e proteínas, o que evita a formação de lesões e a perda da integridade celular. A vitamina C presente nelas, também é de fundamental importância para a síntese do colágeno. As antocianinas presentes nas frutinhas também combatem um possível processo inflamatório na pele.
Sugestão de consumo: in natura, na forma de sucos, smothies, vitaminas.

6) Romã. Fruta rica em fitoestrógeno, que reduz os efeitos do envelhecimento ocasionados pela queda de estrogênio. Consumir uma unidade por dia.
Sugestão de consumo: na forma de suco, na salada, in natura.

Receitas Fitness – Super Chá da Vida

Receitas Fitness – Super Chá da Vida

Super Chá da Vida Funciona? A nova fórmula ganhou vários testes e estudos antes de ser lançado no mercado, após perceber sua seu trabalho fantástico, os profissionais aprovaram Super Chá da Vida. Ele auxilia a combater diretamente a diabetes. Pata de vaca: É formada por substâncias como os alcaloides e, além de reduzir a taxa de açúcar no sangue, também diminui os triglicerídeos, colesterol total e colesterol ruim”.

Existem várias maneiras de controlar os sintomas, e os mais tradicionais incluem os tratamentos intensivos para a doença. nível do seu tratamento será indicado pela gravidade do problema. No tratamento convencional, existem pessoas que precisam apenas tomar insulina em doses mais baixas, mas existem aquelas que precisam estar integralmente com medicamento para que não haja complicações ao longo do dia a dia.

Novo termogênico natural que está fazendo maior sucesso no Brasil. Super Fit Pro é composto por 14 substâncias 100% naturais que promovem um efeito detox, inibe apetite e ainda atua diretamente na queima de gordura. Sua composição é: Linhaça dourada, Quinoa, Chia, Maracujá, Banana Verde, Feijão Branco, Berinjela, Maçã, Soja, Açaí, Guaraná, Inulina, Chá Verde e Cromo.

Se você tem todas essas dúvidas, estamos aqui para falar de um remédio natural que já é um grande sucesso no mercado, super chá da vida, que promete uma vida saudável e tranquila aos portadores da diabetes. São vários depoimentos reais de quem usou Super Chá da Vida conseguiu baixar bem a diabetes. São relatos surpreendentes de pessoas que conseguiram melhorar a saúde e tratar a diabetes de uma forma natural e sem tratamentos agressivos ou invasivos.

super chá da vida é natural, ou seja, não se trata de um fármaco e, por essa razão, não consegui informações referentes ao registro na agência de vigilância sanitária. Acredito que somente medicamentos que possuem química (comprimidos, injetáveis, solução oral, etc) é que possuem registro na Anvisa.

Compartilhamento de experiências com a gente e se tornar uma parte da Comunidade Corpo Moderno! Eu adoraria ouvir a sua história! E a sua jornada pode ser a inspiração para alguém obter sucesso! Se você tiver qualquer duvida, entre em contato comigo e eu vou escrever um artigo sobre isso. mesmo vale para os produtos.

Para preparar chá é simples, basta uma colher de sopa das ervas em ½ litro de água e deixar ferver por 3 minutos. É recomendado tomar três vezes ao dia. Em pouco tempo de uso já é possível ver em exames a queda do nível da diabetes e até mesmo do colesterol ruim.

Especialistas revelam como funciona Super Chá da Vida, sua ação no organismo, os principais benefícios do ingredientes e onde comprar produto original. A Fórmula do emagrecedor QuitoPlan funciona atuando no isolamento e estabilização de fibras presentes em Plantas Naturais em conjunto com a Casca de Crustáceos de águas profundas do Oceano Indico.

Chá da Vida funciona para controlar a diabetes, colesterol e ajuda a emagrecer. extrato das ervas utilizadas no Chá da Vida ajudam a desintoxicar pâncreas, eliminando açúcar do sangue naturalmente. Só quem é afetado pelo diabetes sabe quão é difícil alcançar bem-estar. Mas, com a ajuda do Super Chá da Vida isso ficou mais fácil.